Prestação de Contas

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO

31/12/12   31/12/13  (VARIAÇÃO)

1-RECEITAS OPERACIONAIS:                     502.863    559.434               56.571                              (2+3+4+5+6+7)

2-Condomínios………………………………………        397.902    434.282               36.380

3- Vendas de Cotas…………………………………         38.584      46.725                 8.141

4- Atividades Esportivas…………………………         19.180      35.092               15.912

.Natação      …………………………………….            1.973       4.382                  2.409

.Hidro……………………………………………..            2.865       3.420                    555

.Futsal (escolinha) …………………………..                 -          8.840                 8.840

.Musculação…………………………………….            7.400       9.000                  1.600

.Ioga………………………………………………..            6.891       9.140                 2.249

.Outras (Judô)…………………………………                  51          310                    259

5-Alugéis:……………………………………………..           24.410    18.300                (6.110)

.Quadras(*)…………………………………….             22.270     12.640               (9.630)

.Outras……………………………………………               2.140       5.660                3.520

(*) Altração Funcion. URC

Demonstração de Resultado

31-12-12    31-12-13   VARIAÇÃO

 

6- RECEITAS EVENTUAIS:………….. 16.753        21.015           4.262

.EVENTOS……………………………….      -             16.920          16.920

.OUTRAS (**)………………………..     16.753         4.095         (12.658)

7- RECEITAS FINANCEIRAS……….    6.034         4.020           (2.014)

8- RECEITAS NÃO OPERAC.(***)    18.587         6.208        (12.379)

9- TOTAL DAS RECEITAS (1 + 8)   521.450      565.642         44.192

Obs:(**) Jornal SIN

(***) Venda das Motos.

DESPESAS OPERACIONAIS
31/12/12    31/12/13  VARIAÇÃO

1-Despesas Com Pessoal:     125.153    176.383         51.230

2-Encargos Sociais                  77.770    109.433        31.663

3-Serviços De Terceiros:      109.283     102.275       (7.008)

.Honorários                           9.890       16.999         7.109

.Vale Transporte                21.340       19.370        (1.970)

.Piscina, Acad. Informát.  32.740       27.951        (4.789)

.Outros(Tv. Gráf. Jornal) 45.313       37.955        (7.358)

4-Gastos Com Eventos            3.965       40.174        36.209

5-Conservação Manutenção 69.888       64.404        (5.484)

Demonstração do Resultado

31-12-12  31-12-13  VARIAÇÃO

6-Despesas Gerais:                      70.206      82.590          12.384

.Àgua                                          21.085     30.872            9.787

.Luz                                             33.727    33.106             (621)

.Outras                                       15.394     18.612           3.218

7-Despesas Tributárias                  3.274       3.532              258

8-Despesas Financeiras                24.549     21.737        (2.812)

9-Outras Desp. Operacioais           3.955      4.300             345

10-Total Desp, Operac. (1 a 9)   488.043   604.828      116.785

11-Despesa Patrimonial                20.695    20.699                  4

12-Total Das Despesas(10+11)   508.738   625.527      116.789

13-Resultado Do Exercício           12.712   (59.886)      (72.598)

BALANÇO PATRIMONIAL

31-12-12   31-12-13        VARIAÇÃO

 

1-ATIVO (2+6+7)……………………………………175.332       89.040             (86.292)

2- CIRCULANTE (3+4.5)………………………..122.098       56.034             (66.064)

3- DISPONIVÉL:……………………………………   78.621      50.831             (27.790)

Caixa    ……………………………………………      9.070        9.187                    117

Banco………………………………………….. …           10             10                      -

Cheques em Trânsito…………………………      11.065        8.167               (2.898)

Aplicação Financeira………………………..      58.476      33.467             (25.009)

4- CONTAS A RECEBER (COTAS)……….     42.900        3.420             (39.480)

5- CREDITOS DE FUNC. (FÉRIAS)………          577         1.783                1.206

6-REALIZÁVEL L. PRAZO …………………        1.060         1.523                   463

7-PERMANENTE:………………………………..     52.174       31.483             (20.691)

Imobilizado……………………………………….   193.524     193.524                   -

Depreciação……………………………………… (141.350)   (162.041)               20.691

BALANÇO PATRIMONIAL

31-12-12  31-12-13 variação

1-PASSIVO:                      175.332     89.040   (86.292)

2-CIRCULANTE                  5.876       7.613      1.737

3-EXIGÍVEL L. PRAZO     7.229     16.686      9.457

4-RECEITA FUTURA       40.000      2.400    (37.600)

5-PATRIM. LÍQUIDO 122.227   62.341  (59.886)


Institucional

UNIÃO PRÓ-MELHORAMENTOS DE SANTA INÊS – UPMSI

Sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos
Registro no Cartório Jero Oliva sob o no 18.661
C.N.P.J. 17.493.230/0001-32
Fundação: 26 de setembro de 1963.
Rua Carmésia, 400 – CEP: 31.080 –170.
Bairro Santa Inês – Belo Horizonte – Minas Gerais.
Fone – (031) 3482-8010 / 3467-2255 – Telefax – (031) 3481-7005
Instituição de Utilidade Pública:
Municipal – Lei no 2.058 de 20.04.72
Estadual – Lei no 6.882 de 28.09.76
Federal – Portaria nº 462 de 16/042003

ADMINISTRAÇÃO

Assembléia Geral
Diretoria Executiva
Conselho Superior
Conselho Consultivo
Conselho Fiscal

Diretoria Executiva

Gestão 2016 a 2018

Diretor Presidente: Antônio Onofre Fontes

Diretor Vice-Presidente: Humberto de Morais Castro

Diretor Financeiro: Roberto Márcio Soares

Diretor Administrativo: Paulo Cesar dos Santos

Diretor de Esportes e Eventos: Adilson Roberto Crecci

 

Conselho Fiscal

Alder da SilvaBorges

Aluísio Nogueira de Almeida

Rogério Rezende

Lelio Luiz Tavares

Conselho Consultivo

Edison Nascimento Silva

Gilson Almeida Vilela

Geraldino Teleste Silveira

Davidson Fontes Guimarães

 

Conselho Superior

Helvécio Camargos de Aguiar

Armindo Vale Pires

Paulo José Borges

Deli José de Rezende

Wilson Miguel da Silva

Renato Fonseca

José Raimundo Torres

Nestor Eustáquio Cruz

Waldemar da Silva

José Ronaldo Moreira

Manuel Divino Lopes

Umberto Veloso de Paula

Norma Maria da Silva

Equipe de funcionários URC

Equipe da secretaria:
Maria José Amaral – Auxiliar Financeira

Eliane de Fátima – Auxiliar administrativo

 

Equipe operacional:

Thiago Aurélio –  Gerente

Fabiano Quintino –  manutenção das piscinas

Hélio Brasil – Manutenção e reformas

Ialles Danrley – Serviços Gerais

Célia Gonçalves - Serviços Gerais

Georgina Martins - Serviços Gerais

Paula Rodrigues dos Santos  - Serviços Gerais

Daniel Fernando Moreira Couto – Porteiro

Rogério José Borges – Porteiro

 

Prestadores de Serviço:

Carolina Lara – jornalista

José Maria Rocha Júnior – Químico

 

NEGÓCIO

Assegurar à comunidade de Santa Inês melhor qualidade de vida.

MISSÃO

Representar legitimamente a comunidade de Santa Inês, prestar serviços a seus moradores e congregá-los no ideal comum de bem estar social.

INFORMAÇÕES INSTITUCIONAIS

A União Pró-Melhoramentos de Santa Inês nasceu da vontade inabalável de seus moradores, como forma de se organizarem para conviver e superar as dificuldades próprias de bairro no início de urbanização. Fundada em 1963, sua primeira diretoria tomou posse em agosto de 1965. De lá para cá foram árduas e cheias de dificuldades as lutas para chegar no que é hoje o bairro Santa Inês.

Primeiro foram as lutas para conseguir acesso ao bairro, transporte, igreja, escola, iluminação pública, calçamento, nome das ruas, arborização, rede de esgoto, policiamento, posto de saúde etc. É interessante notar que mudaram de dimensão mas os problemas de hoje são similares aos do passado, pois o acesso ainda é difícil, o transporte peca pela qualidade, embora o metrô tenha trazido algum alento. A arborização é velha e constitui ameaça para o patrimônio dos moradores, não tem sistema de drenagem para água pluvial, a segurança deixa a desejar, o atendimento a saúde púbica é feito em um Centro de Saúde Municipal que funciona com instalações deficientes. Espera-se para 2006 a construção de um Centro de Saúde novo conquistado pela comunidade no Orçamento Participativo de 2003/2004.

Santa Inês, com 1,10 km2 e 9.291 habitantes (dados do censo 2000), hoje estimado em 11.000, e com pouco mais de três mil domicílios, é um bairro residencial de classe média e em processo de verticalização, com a construção de edifícios residências nos lotes vagos ou em substituição às casas antigas adquiridas para esse fim.

O bairro conta com serviço médico, odontológico, clínica veterinária, laboratórios de análises clínicas, supermercados, farmácias, restaurantes, centro de diversões, clubes recreativos e serviços diversos. O atendimento bancário é feito por agências do Banco do Brasil, um terminal do Itáu e do Bradesco situados no final da Av. Contagem, jurisdição de Sabará. Na área de educação, conta com duas escolas públicas de ensino fundamental (1ª a 4ª série), uma escola municipal e outra estadual, um colégio particular (da educação infantil ao ensino médio) e diversas escolas particulares de educação infantil. Na área de transporte e sistema viário, o bairro é atendido por duas linhas de ônibus bairro-a-bairro, duas linhas que passam pelo bairro, uma linha complementar e o metrô. Está prevista, para ser inaugurada em 2006, a integração ônibus/metrô na estação José Cândido da Silveira com quatro linhas de ônibus. Na área de cultura, conta com um coral da igreja, coral infantil, Grupo de Teatro de Fantoches e Grupos de Pagodes. Na área de esporte, conta com a estrutura esportiva do Colégio Maximus, da União Pró-Melhoramentos de Santa Inês, da Associação dos Empregados do Sistema de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente do Estado de Minas Gerais – ASSECT e um ginásio poliesportivo completo, em construção, da Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré. Na área de assistência social a Sociedade São Vicente de Paulo e o Grupo Espírita do Evangelho prestam assistência às famílias carentes.

A União Pró-Melhoramentos de Santa Inês, que tem tido uma participação ativa e produtiva no desenvolvimento de Santa Inês, tem como pontos fortes: a) Infra-estrutura própria, b) Credibilidade da comunidade e c) Tradição como entidade atuante. Entretanto, a realidade atual e o cenário que se projeta estão a exigir maior ação e participação da comunidade na construção de seu ambiente socioeconômico e cultural do futuro.

Assim, prevenção contra as drogas, a segurança da comunidade, o fortalecimento das atividades econômicas locais, a maior opção de lazer e a alegria de viver são condições que podem ancorar uma nova postura da comunidade e um posicionamento estratégico da UPMSI para balizar a caminhada para o futuro que queremos construir.

Belo Horizonte, 3 de março de 2007
Diretor Presidente da UPMSI

Telefones úteis
  • 23ª Cia / PM
    3461.3205
  • Paróquia Nossa Senhora de Nazaré
    3461.0098
  • Regional Leste
    3277.4223
  • Centro de Saúde
    3277.5768
  • Metrô
    3250.3900